ATLETAS JAPAO.jpg

#DescriçãodaImagem
Fotos da esquerda para a direita: Goerlach Jonathan, Katie Kelly e Jack Hodgson

SAIBA QUEM SÃO OS ATLETAS COM SÍNDROME DE USHER
NOS JOGOS PARALIMPICOS DE TÓQUIO

26/08/2021

Atualmente existem aproximadamente 1,2 bilhão de pessoas com deficiência no mundo, ou seja, 15% da população global. Mesmo assim, apenas uma parte dessa porcentagem participa da Paralimpíada de 2021, que está sendo realizada em Tóquio. E entre essas pessoas, uma minoria são pessoas surdocegas, com Síndrome de Usher que vão participar nessa temporada.

Após o adiamento dos Jogos em 2020 devido à pandemia COVID-19, as Paralimpíadas foram oficialmente remarcadas para ocorrer entre 24 de agosto e 5 de setembro de 2021.

E devida à algumas medidas específicas para proteger os atletas do coronavírus, pela primeira vez na história, as delegações foram reduzidas e por este motivo, muitos atletas desistiram de participar, uma delas é a americana Rebecca Myers que tem síndrome de Usher e umas que mais conquistou medalhas na Paralimpíada Rio 2016.

Apesar de tudo, milhares de atletas paralímpicos de todo o mundo vão competir e saiba quem são, entre eles, os atletas com síndrome de Usher.

Nos acompanhe com novas informações e vamos ficar na torcida!

Goerlach Jonathan

GOERLACH JONATHAN

 

O australiano Goerlach que tem síndrome de Usher tipo 2, é paratriatlo e é a primeira vez que vai participar nos jogos paralímpicos.

No Rio 2016 a categoria do triatlo PT5 masculino não fez parte dos Jogos paraolímpicos e portanto, não conseguiu participar. Mas Goerlach não desistiu, ele continuou treinando e agora está no time e acredita que mantêm uma boa comunicação com seu guia David Mainwaring para conquistar uma vitória em Tóquio.

Quando ele vai competir: No sábado, 28 de agosto, horário de Brasília: a partir das 08:00.

Katie Kelly

KATIE KELLY

Katie é uma paratriatleta australiana que tem síndrome de Usher e há todas as possibilidades de que a medalhista de ouro paralímpica do Rio, se torne campeã consecutiva nos Jogos Paralímpicos de Tóquio.

Competindo na classificação do Paratriatlo PT5, para atletas com deficiência visual, Katie enfrentará, desta vez, a árdua corrida ao lado de sua guia Briarna Silk.

Composto por 750m de natação, 20km de bicicleta e 5km de corrida, o percurso do Paratriatlo é realizado no Parque Marinho Odaiba, na Baía de Tóquio - local do Triathlon dos Jogos Olímpicos.

Quando ela vai competir: No sábado, 28 de agosto, horário de Brasília: a partir das 08:00. Ela vai disputar a categoria feminina de Paratriatlo com Deficiência Visual que consiste em uma natação de 750 metros, ciclo de 20 quilômetros e corrida de cinco quilômetros.

Jack Hodgson

JACK HODGSON

O britânico Jack Hodgson, 24 anos terminou em sétimo lugar em sua estreia paralímpica no Rio em 2016 e vai tentar terminar ainda mais na categoria judô para deficientes visuais de + 100kg no Japão.

O campeão de judô conquistou o ouro no Campeonato Mundial Júnior em 2015 e o bronze no Campeonato Europeu em 2019, sua última grande competição.

Jack tem síndrome de Usher, mas nunca deixou que sua condição o afetasse de seu sonho de lutar por uma medalha nas Paralimpíadas.

 

Quando vai competir: Domingo, 29 de agosto, a partir das 10 horas (horário de Brasília), Categoria de peso: + 100 kg

Siga nossas redes sociais!

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
selo-150x150.png

Síndrome de Usher Brasil @ 2016 Todos os direitos reservados

sindromedeusherbrasil@gmail.com